astros

Pausa para Netuno

Foto: Abbas Kiarostami

Quem acompanha esse blog com alguma regularidade pode ter percebido que ele não teve novas postagens durante as últimas semanas, depois de um ano e pouco em que honrei de modo fervoroso e capricorniano o compromisso de escrever sempre aos domingos pelo menos. O motivo da pausa é simples, exato, geométrico, e ao mesmo tempo um tanto nebuloso e impreciso: Netuno em trânsito em quadratura com meu Netuno natal, e agora praticamente estacionado sobre a minha cauda do dragão (o Nodo Lunar Sul) em Peixes.

O que isso quer dizer, eu não tenho como explicar com clareza, daqui de onde estou agora – inundado por todas essas águas, e vivendo em meio a sonhos e lembranças e notícias e demandas que me transportam para os passados que vivi e para outros que não tenho muita certeza de me terem acontecido, a não ser em viagens de ácido. É complicado atravessar esses trânsitos enquanto a gente tem que continuar seguindo com a vida, cuidando das crianças, agendando reuniões, discutindo pedagogias, fazendo a janta. Caiu então a obrigação que dependia só mesmo de mim para cair, e parei de escrever para o blog.

De todo modo, posso garantir que tais sensações e eventos correspondem com precisão absoluta àquilo que podia ser previsto para uma quadratura de Netuno em conjunção com o Nodo Sul (em Peixes). A astrologia consegue ser incrivelmente literal em suas sincronicidades, sem deixar de ser surpreendente. É claro que eu sabia de antemão que esses movimentos estavam chegando. Mas foi só mesmo quando recebi uma mensagem na semana passada (durante um conjunto de trânsitos menores na mesma região dos signos mutáveis) que entendi o que estava em jogo, e de que maneira mais direta o inespecífico Netuno iria se manifestar.

Por quanto tempo o blog ficará sem atualizações, não tenho como prever (embora seja de se esperar que daqui a umas três semanas Netuno vai me dar um descanso, o que, no caso dele, significa me deixar trabalhar). Enquanto isso, continuarei revisando os textos anteriores e quem sabe fazendo uma seleção para publicar em livro (alô, editores, alguém?). Porém, o mais importante é que – vocês podem estar certos – continuarei recolhendo material para a obra que planejo escrever nos estertores da vida, e que deverei deixar como testemunho de uma existência dedicada à observação dos planetas e seus ciclos.

Nela, após admitir que, por uma questão de princípio, não acredito nem nunca acreditei na astrologia, vou elencar as minuciosas conexões que identifiquei durante a vida inteira entre os acontecimentos celestes e os episódios da minha existência. Após afirmar que toda suposição de uma influência dos astros nos fatos terrenos só pode decorrer da mais tola crendice supersticiosa, vou reconhecer as multiplíssimas maneiras pelas quais assisti os astros e seus movimentos realizando as mais perfeitas traduções das experiências pessoais de inúmeros amigos e conhecidos. Declarar-me-ei então abobadado com essas contradições, e sem condições de oferecer a elas uma solução que não seja a de acatar seu mistério.

Porque, enfim, o legal de você no fundo não levar a astrologia totalmente a sério, mesmo quando você já se tornou um astrólogo e tudo, é que você nunca deixa de se assombrar com as maravilhas que ela é capaz de oferecer.

Permanecerei cético, portanto, isso está decidido. Astrólogo e cético. A astrologia seguirá sendo para mim algo totalmente destituído de qualquer base ou justificativa pertinente. Dito isso, agora com licença que eu tenho que ir ali me ocupar com Netuno e minha cauda do dragão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.