astros

De paredes e esgotos

Hoje de manhã de repente me vi quase que literalmente metendo a mão na merda para resolver o problema de um entupimento aqui em casa. Vênus, em um setor que para os capricornianos está relacionado a assuntos domésticos, estava em quadratura com Plutão, que tem uma relação natural com esgotos e dejetos. Poucos dias atrás a quadratura foi entre Vênus e Saturno, e aí a questão foram erros e atrasos em um mobiliário que encomendamos com um marceneiro. É possível que vocês tenham sentido essa sequência de frustrações em algum aspecto da vida, em alguns casos com motivos reais de desespero, muito mais impactantes que esses contratempos do meu relato. E é possível que tudo isso esteja relacionado à conjunção entre Saturno e Plutão que está se formando para o ano que vem.

Falei desse aspecto com mais cuidado aqui. Agora só queria comentar algo que me ocorreu hoje enquanto lidava com a questão da privada entupida (dizem que é fácil reconhecer um astrólogo: é aquele que olha pro relógio quando o avião está caindo, para saber o momento exato da catástrofe; não sei se chegaria a tanto, mas sou do tipo que faz reflexões sobre a posição dos astros enquanto se debruça na mais desconfortável e deselegante posição sobre o vaso sanitário do banheiro dos fundos; nessas horas acho que colocar a culpa no signo é pouco, a gente tem que colocar a culpa nos trânsitos e aspectos também).

Mas enfim: pensei em como Saturno tem mesmo a ver não só com os móveis fundamentais de uma residência, mas também com paredes e o piso, com a estrutura da casa, enquanto Plutão corre de forma menos evidente pelos encanamentos. Pensei que esse trânsito de 2019 é como a história de uma casa em que as paredes velhas vão cedendo e as tábuas carcomidas vão mostrando como os esgotos estão abertos e fedendo sob o piso. A questão aí é que não basta reconstruir as estruturas mais aparentes e botar a merda de volta onde a gente não conseguia vê-la – vai ser preciso lidar com o esgoto mesmo antes de tudo, em meio a um ambiente insalubre e aos odores fétidos. Até porque, ao que tudo indica agora, as coisas já estavam arrebentando por trás das paredes há um bom tempo.

Um comentário sobre “De paredes e esgotos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.