libra

Juno, a louca


[Van den Eeckhout | Juno, Jupiter e Io]

Há arquétipos que às vezes precisam de uma novidade no céu para encontrar novas formas de agir sobre a Terra. Libra, por exemplo, está muito bem atendido pela regência de Vênus, está até acostumado com ela, mas pode contar com uma coorientação para ver as coisas por outro ângulo. E Juno está aí, um baita de um asteroide, orbitando o Sol há milênios, identificado com esse nome desde 1804.

Juno foi a esposa de Júpiter na mitologia romana, assim como Hera foi a de Zeus na mitologia grega. Ganhou fama de ciumenta e intratável por conta de suas reações diante das escapadelas do marido, mas elas justificavam a raiva. A propósito, as luas de Júpiter que mencionei na postagem de apresentação desse blog ganharam todas nomes suas amantes (no caso de Ganímedes, um amante, inclusive). E haja lua para dar conta de todas -Júpiter é regente de Sagitário, dado a alguns excessos.

Mas o que realmente muda a imagem de Juno é perceber seu senso de humor. A história em que Io fica presa no corpo de uma vaca é das mais divertidas. A maneira como Juno traçava um limite para o que era capaz de tolerar podia ser também das mais engenhosas. E, sobretudo, ela era capaz de agir com uma capacidade de definição que nada possuía de irracional ou colérica quando decidia que havia chegado a hora de tomar uma atitude.

O asteroide Juno diz respeito ao casamento, portanto, e suas variações. Em um mapa natal, Juno em Aquário ou em conjunção com Urano, por exemplo, podem indicar uma tendência a relacionamentos abertos e heterodoxos; Juno em Câncer favorece arranjos mais tradicionais. De um modo geral, está relacionado aos contratos, aos acordos, às definições que envolvem duas pessoas. Dá para acompanhar seus movimentos inclusive de acordo com os contratos e acordos mais cotidianos de um casal: quem lava a louça que dia, quem pega os filhos na escola. Aliás, creio que pode ser uma força importante na lenta evolução de um mundo mais igualitário entre homens e mulheres, no que se refere a essas negociações pelo menos.

Mas, novamente para além das questões cotidianas, se Juno diz respeito ao casamento, tem a ver com separações também. É aí que sua capacidade de tomar uma decisão difícil mais claramente se sobrepõe às flutuações venusianas. Até porque os piores traços de Juno se manifestam quando essa decisão é evitada em nome de uma suposta harmonia, gerando um longo ciclo de agressões, ressentimentos e vinganças.

Dizem que librianos são apegados aos seus relacionamentos. Por um lado, sim, mas por outro são mais atentos aos relacionamentos, às suas injustiças e desequilíbrios, e por isso mesmo são com frequência responsáveis por tomar uma atitude quando a situação requer. Então Juno entra na história, sobretudo quando se percebe que não há mais remédio, quando é necessário alguém para dizer: acabou. Chega. Cada um pro seu lado.

E, mais amplamente: em meio ao talento libriano para o equilíbrio de opostos, em meio à capacidade libriana para a tolerância e as concessões, é Juno que às vezes precisa interferir quando um limite é ultrapassado. É ela que precisa aparecer quando os comportamentos se tornam inaceitáveis, quando o abuso e a violência tornam impossível qualquer forma de negociação.

Motivos não faltam para que Juno se torne cada vez mais parte de nossas vidas, de nossas consciências. Não acreditem em quem diz que ela era uma louca totalmente sem razão. Talvez não fosse santa também, mas esse negócio de santidade não era exatamente com os gregos nem com os romanos. Seus deuses e deusas eram cheios de defeitos, manias, loucuras – e é por isso que nos servem até hoje para entender um pouco mais como somos, em nossas maluquices e em nossa sabedoria, em nossas dúvidas e em nossas decisões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.